Prescrição eletrônica para uma receita médica mais segura


Todo médico tem a fama de ter a letra difícil de ler. E isso, além atrapalhar o entendimento do paciente, também dificulta a tarefa de levar uma receita médica para comprar os remédios prescritos na farmácia.

Os receituários são essenciais para a continuidade do tratamento. Afinal, de nada adianta ir ao médico, ser consultado e não dar sequência à terapia com os medicamentos que foram passados.

E é por isso mesmo que muitas clínicas médicas e até mesmo consultórios pequenos têm utilizado a tecnologia a seu favor e implantando o receituário eletrônico. Desta forma, a prescrição dos medicamentos é totalmente digital. Além de facilitar a rotina de atendimento, o que traz benefícios significativos para todos os segmentos da instituição de saúde, o receituário eletrônico também acaba de vez com o problema dos receituários ilegíveis.

Com eles, é possível prescrever os medicamentos, assim como a posologia e a indicação diretamente pelo computador, através de um sistema de gestão, tornando a tarefa mais rápida e simples. Assim, o médico pode dedicar o seu tempo ao que realmente interessa: o paciente. Sem perder tempo preenchendo uma receita à mão.

Vale dizer que a prescrição digital além de tornar os processos das clínicas médicas mais automatizado, também torna tudo muito mais seguro. Isso porque, o receituário fica armazenado no sistema, assim como todos os demais dados e informações sobre o atendimento e sobre o paciente. Com tudo salvo na nuvem, o médico pode acessar a receita de qualquer lugar, além de ter a garantia de que tudo está guardado com segurança.


Mas a prescrição digital tem validade?

Em alguns lugares dos Estados Unidos e da Europa, como Portugal, por exemplo, a prescrição eletrônica já foi adotada há algum tempo. O objetivo foi evitar problemas com erros de medicação que acarretam não apenas em danos para os pacientes, como também prejuízos aos profissionais.

A prescrição eletrônica tem a mesma validade do que um receituário em papel. E, embora o receituário eletrônico não seja obrigatório no Brasil, há um Projeto de Lei (3344/12) que tramita na Câmara de Deputados para torná-lo obrigatório por aqui.

Para ser válido, o receituário deve conter as mesmas informações de um receituário de papel e constar CRM e nome do médico. Além disso, no Receituário Especial ele deve ter endereço, tanto do estabelecimento, quanto do paciente, para que seja aceita pela farmácia.

Aqui no Brasil, cerca de 5% dos hospitais já possuem alguma ferramenta com módulos específicos para a prescrição eletrônico, de acordo com dados de 2015. Já em 2017, o número subiu para 35%, mostrando que este é o futuro da saúde.


E quais são os benefícios da prescrição eletrônica?

Assim como todos os demais avanços da medicina, a prescrição eletrônica chega para tornar o dia a dia dos profissionais da área mais simples. Isso significa otimizar o tempo de consulta, possibilitando um melhor atendimento.

Além disso, a prescrição eletrônica evita erros e ainda auxilia na adesão ao tratamento pelo fato de ser uma receita médica mais organizada e mais compreensível.

Seguindo os rumos da tecnologia e pensando em sempre ajudar na rotina dos médicos e dos demais profissionais da saúde, o Shosp oferece aos seus clientes o receituário eletrônico em parceria com a Memed.

Além de ter mais de 60 mil medicamentos cadastrados, a prescrição eletrônica do sistema de gestão conta com alerta de alergia para uma maior segurança na hora de prescrever algum remédio. O médico deve cadastrar a substância que causa reações alérgicas no paciente. Desta forma, quando ele for prescrever algum medicamento que contenha esse princípio ativo, o sistema irá alertá-lo.

Entre outras facilidades estão também o envio da prescrição por SMS. O paciente recebe pelo celular a sua receita médica e poderá guardá-la e estar com ela por perto sempre que precisar.

Ao receber a prescrição por SMS, o paciente também será informado sobre as farmácias que possuem o medicamento pelas redondezas, bem como o valor praticado, facilitando assim a compra e fazendo-o aderir ao tratamento com mais facilidade.

Share: