"(...) a verdadeira missão de um médico é cuidar e não curar as pessoas."

Hoje, é dia de festa no Brasil e também em Inglaterra, Bélgica, Polônia, Itália, Espanha e Protugal. No dia 18 de outubro comemora-se o dia do médico!

A data foi escolhida por ser o nascimento de São Lucas, considerado o santo protetor dos médicos. Ele também é patrono da profissão desde o século XV.

São Lucas era um apóstolo de Jesus. Ele estudou medicina, escreveu o livro Ato dos Apóstolos da Bíblica e também um dos Evangelhos, nos quais cita muitos dos milagres de cura de Jesus. São Lucas também ganhou este status, porque foi chamado pelo apóstolo Pedro de Amado Médico.

Além de São Lucas, a história da medicina é repleta de profissionais inspiradores. Um dos mais conhecidos entre os profissionais e até os pacientes, é Patch Adams - imortalizado no cinema pelo ator Robin Willians. Mas o que pouca gente sabe é que ele realmente existe e está vivo até hoje, atuando e fazendo da medicina uma profissão que vai além do tratamento de doenças.

Quem é Patch Adams?

Médico, formado pela Virginia Medical University, nos Estados Unidos. Ele nasceu em 28 de maio de 1945 e se chama Hunter Doherty Adams.

Sua forma inusitada de tratar os pacientes, nasceu consigo mesmo. Quando ainda tinha 17 anos perdeu o pai e foi deixado pela namorada. Com uma depressão profunda, decidiu internar-se em uma clínica psiquiátrica, onde chegou à conclusão de que cuidar do próximo, com bom humor e amor, é uma das melhores formas de esquecer-se dos próprios problemas.

Como pode ser visto no filme, Adams já possuía uma forma diferente de tratar os pacientes desde os primeiros anos da faculdade - sempre agindo com muita felicidade, amor e carinho para com todos. E assim como acontece na ficção: Adams sofreu mais uma perda em sua vida, quando seu melhor amigo acabou morto, assassinado por um psicopata.

Apesar de cair novamente na depressão, Patch - como era chamado pelos amigos - recuperou-se novamente, e na década de 80 adquiriu cerca de 300 acres de terra para criar fisicamente seu próprio instituto de saúde, o Instituto Gesundheit. Nele, atende e atendeu milhares de pessoas, de forma totalmente gratuita, sempre com a mesma filosofia de tratar a todos com bom humor, carinho e dedicação.

Apesar do sucesso mundial que o filme rendeu ao médico, ele jamais reconheceu o longa como sendo a sua verdadeira história. Segundo ele, o filme exagera e tira de contexto diversas de suas formas de tratamento.

Além de médico, Patch Adams também atua de forma muito participativa na busca pela paz no mundo todo. Nesse sentido, até hoje viaja pelo mundo todo, principalmente para áreas que sofrem de males como epidemias, altos índices de pobreza e guerra.

Para ele, mais do que espalhar alegria e carinho, é preciso agir para mudar o mundo. Adams acredita e defende que todas as pessoas devem se esforçar ao máximo para ajudar o próximo, independentemente do lugar e como. Patch Adams também afirma que a verdadeira missão de um médico é cuidar e não curar as pessoas.

O filme Patch Adams – O amor é contagiante, foi lançado em 1998 e é baseado em sua vida e nos conflitos que a medicina e médicos encontram todos os dias.

E para você que pratica essa bela profissão, a nossa gratidão. Feliz Dia do Médico!


Share: