O balancete contábil, que é conhecido por alguns como balancete de verificação, é um relatório extraído do livro de contabilidade das companhias. Nele, é possível encontrar todos os movimentos de contas da organização, bem como o saldo positivo e de dívidas que ela tem.

Vale lembrar que, quando não se tem um controle eficiente do balancete, há o risco de que ocorra uma contabilidade ineficaz, podendo levar ao descontrole financeiro, problemas com a Receita Federal, entre outros.

Nesse sentido, existem alguns itens que jamais podem faltar no balancete fiscal de uma clínica ou consultório médico. Quer saber quais são eles? Então, continue a leitura dos tópicos a seguir!

1. Luvas e medicamentos

Os consultórios e clínicas médicas adquirem muitos medicamentos e materiais como luvas. Por isso, esse valor é bastante alto, uma vez que se trata de itens essenciais para a execução do trabalho médico.

De tal modo, o balancete contábil não pode deixar de conter os valores que foram pagos na compra de luvas e medicamentos. Assim, haverá um maior controle sobre o quanto foi gasto com isso, apontando, por exemplo, para a necessidade de troca de fornecedor — caso o preço seja muito elevado.

2. Materiais de limpeza e de escritório

Os materiais de limpeza e de escritório também são itens fundamentais para a execução das atividades de uma clínica médica. Afinal, os ambientes precisam ser higienizados com muita frequência.

Além disso, os itens como folhas de ofício, canetas, pastas e outros materiais de escritório são importantes para o trabalho administrativo. Por isso, todos esses produtos também devem aparecer no balancete contábil, para que se tenha um controle do que está sendo gasto ao adquiri-los.

3. Recebimento de convênios e de atendimento particular

No que se refere ao recebimento de valores, deve-se ter uma separação dos recebimentos dos atendimentos feitos via convênio e dos particulares. A ideia é que se saiba quais das opções trazem mais retorno financeiro para a clínica médica.

Além disso, no que diz respeito aos pagamentos oriundos de planos de saúde, são evitadas as glosas. De tal modo, ao haver esse tipo de controle, são diminuídas as chances de obter menos resultados positivos.

4. Pagamento de impostos

Também devem ser listados no balancete contábil todos os impostos que foram pagos pela clínica, a fim de se garantir um bom planejamento tributário. A ideia é que se possa ter um controle sobre os pagamentos, para evitar que algo seja esquecido e gere problemas com a Receita Federal.

O Shosp é um software de gestão para clínicas que realiza o balancete contábil em um ambiente virtual. Trata-se de um programa muito bom para que você tenha um maior controle sobre as questões financeiras do seu negócio, além de otimizar o trabalho administrativo como um todo, com ferramentas como o prontuário eletrônico e a agenda digital.

Se você quer contar com todos esses benefícios na sua clínica ou consultório, entre em contato conosco. Temos a certeza de que você gostará da solução que desenvolvemos para o seu negócio. Não perca a oportunidade!

Share: