Saiba como gerar bons relatórios financeiros na sua clínica médica
  • 30 Novembro 2017

Assim como em qualquer outro tipo de negócio, buscar a otimização dos recursos disponíveis é ponto essencial na hora de fazer a gestão de uma clínica médica.

Quando se administra de forma mais estratégica, pode-se conseguir diminuir falhas e desperdícios, melhorar o índice de satisfação dos pacientes e economizar tempo de gerentes e funcionários.

Uma forma de conseguir melhorar o seu nível de gestão é utilizando bons relatórios financeiros. Eles são ferramentas essenciais e, se você pretende criar uma forma de aprimorá-los, este artigo vai ajudar. Acompanhe!

Defina que tipo de informação é relevante

Antes de começar a extrair documentos, tabelas e gráficos do seu sistema de controle gerencial, para ter bons relatórios financeiros é bom pensar no que é relevante saber.

Todo mês uma série de números e valores passarão pela clínica médica, mas alguns são mais importantes. Indicadores como faturamento, inadimplência, tíquete médio, lucratividade são bons exemplos de números que podem merecer um pouco mais da sua atenção.

Confira se a alimentação dos dados está sendo feita de forma correta

Informação é o que se consegue extrair quando dados são agrupados, tratados e interpretados. Por isso, a qualidade dos registros que entram afeta os números finais.

Sendo assim, para garantir que seus relatórios financeiros estejam coerentes com a realidade e que consigam indicar o que se deve fazer, é necessário que você confira se os dados estão completos e atualizados.

Priorize a elaboração de relatórios mais intuitivos

Depois de ter certeza de que você sabe o que quer encontrar nos seus relatórios financeiros e que os dados estão sendo inseridos de forma correta, um grande volume de informação pode ser retirado de várias maneiras diferentes.

Para ser possível uma melhor interpretação dos números e uma visão mais rápida da situação, vale a pena atentar um pouco mais para a formatação. Relatórios com gráficos claros, totais e subtotais destacados são boas práticas a serem adotadas.

Se você tiver um bom software de gestão, pode conseguir fazer tudo isso de forma mais ágil e automatizada, aproveitando a facilidade do cruzamento de dados que já estão disponíveis.

Mantenha um padrão de relatórios para poder comparar o histórico

Relatórios são ferramentas de controle e devem ser utilizados sempre. Quanto mais condições de mensurar e analisar a realidade da empresa, melhores serão as condições para a tomada de decisão.

Sendo assim, evite mudar muito os parâmetros a serem avaliados. Para tornar mais clara a sua análise, tente manter uma boa estrutura que permita comparar o desempenho da clínica no tempo. Conseguir avaliar historicamente os seus indicadores é uma ótima vantagem.

Por isso, definir os parâmetros é tão importante. Caso seja necessário, retome o que indicamos no primeiro item e organize melhor os seus controles.

Na busca por uma boa administração da clínica médica, todos os recursos devem ser controlados. Como já falamos um pouco de como cuidar dos relatórios financeiros, que tal darmos uma passada na sua gestão de equipe?

A sugestão é que você leia também outro material que preparamos para você: gestão de pessoas no consultório médico — por que isso é importante?