Atender bem os pacientes é algo fundamental para as clínicas médicas. Afinal, para que eles retornem ao local, precisam se sentir confortáveis e saber que serão sempre bem recebidos no estabelecimento. Nesse sentido, alguns erros no atendimento em consultórios podem ser cruciais para uma boa lucratividade do negócio, bem como afetar diretamente a imagem da clínica na comunidade em que atua.

Para que você saiba como evitar esses erros mais comuns e possa potencializar os resultados do seu empreendimento, no post de hoje, listamos os principais deles. Vamos lá?

1. Fazer confusão com o horário de consultas

Se você não tiver secretários bem treinados e aptos para desempenhar essa função, é comum que ocorram erros como agendar a consulta de dois pacientes no mesmo horário ou, então, passar o horário incorreto para as pessoas. Tudo isso precisa ser evitado, pois, além de transtorno para os pacientes, pode causar constrangimentos tanto para os médicos quanto para os profissionais responsáveis pelo atendimento.

Para evitar esse erro, recomenda-se o uso de um software de gestão para a marcação de consultas. Esse tipo de programa não permite mais de um agendamento no mesmo horário e também avisa aos pacientes sobre ele automaticamente, enviando mensagens SMS ou e-mails com informações de suas consultas ou de seus procedimentos.

2. Ter um atendimento muito demorado ou muito rápido no consultório

A principal queixa que muitos pacientes fazem sobre consultórios médicos está relacionada à demora ou ao excesso de agilidade no atendimento. Afinal, ninguém gosta de ficar esperando por horas para uma consulta. Por isso, os médicos precisam se programar e definir um tempo médio de duração para ela, evitando que ocorram atrasos no serviço. Ao mesmo tempo, o atendimento não deve ser feito muito rápido, pois pode parecer superficial, efetuado às pressas e com pouca vontade.

3. Agir com descaso na explicação do procedimento

Todos os procedimentos precisam ser corretamente explicados aos pacientes, evitando que eles sejam submetidos a algo que não têm plena consciência. Adaptar o discurso utilizado para conversar com eles, substituindo termos técnicos da medicina, e desconhecidos por leigos, por palavras de conhecimento mais abrangente é um bom exemplo de ação que pode ser adotada para evitar o descaso na explicação dos procedimentos.

4. Não prezar pelo atendimento humanizado

A professora de enfermagem Maria Júlia Paes da Silva, autora do livro Comunicação tem remédio, aponta, nessa obra, a importância do atendimento humanizado em clínicas e consultórios médicos. A escritora afirma que a boa comunicação é fundamental para lidar com os pacientes de forma humanitária, recebendo-os bem no acolhimento, na execução de procedimentos etc.

No atendimento humanizado, é preciso que todos na clínica — recepcionistas, secretários, enfermeiros, técnicos em enfermagem, médicos e outros profissionais — tenham sempre em mente a importância do bom atendimento, da forma como agir e da comunicação verbal e não verbal na relação entre profissionais da saúde e pacientes.

Agora que você já sabe quais são os principais erros no atendimento em consultórios, basta ter o cuidado de não cometer nenhum deles. Também é recomendado que você estude mais sobre o assunto e, para isso, sugerimos a leitura deste outro artigo sobre relacionamento humanizado com o paciente. Temos certeza de que será uma leitura muito útil para você!


Share: