Ferramentas de gestão para consultórios: 5 coisas para avaliar antes de contratar
  • 11 Janeiro 2018

As ferramentas de gestão para consultórios podem ser grandes aliadas para que seu estabelecimento na área da saúde seja visto como referência no meio em que atua. Isso ocorre pelo fato de tais instrumentos possibilitarem agendamento correto das consultas, melhor relacionamento com os pacientes, armazenamento de dados como receituários, exames e prontuários em nuvem etc.

No entanto, ao contratar essas ferramentas para seu consultório, recomenda-se que sejam avaliados alguns pontos importantes. A seguir, veja o que você deve levar em consideração ao escolher um software de gestão para clínicas!

1. Preço

Assim como acontece com qualquer compra, a primeira coisa que se busca saber quando se pretende adquirir um sistema de gestão para clínicas é o preço. No entanto, é preciso ter consciência acerca do custo-benefício que essa ferramenta trará ao seu consultório, de modo que, muitas vezes, um serviço um pouco mais caro, porém mais completo, pode ser mais interessante.

Também é importante desconfiar de valores muito abaixo de mercado, pois, geralmente, as empresas que oferecem esse tipo de produto por um preço muito barato não contam com um aparato técnico para prestar suporte quando for necessário, por exemplo.

2. Serviços e funcionalidades

Outro aspecto relevante é que você tenha um programa que supra as necessidades e as expectativas em relação à sua clínica ou ao seu consultório. Por esse motivo, recomenda-se que, antes de fechar um negócio, os serviços e as funcionalidades que os softwares possuem sejam analisados. Uma ideia interessante é fazer uma lista com todos os recursos que você deseja ter na sua clínica e, assim, verificar qual dos programas existentes no mercado é mais indicado para a sua realidade.

3. Suporte e atendimento

Deve-se também levar em consideração o suporte e o atendimento que a empresa desenvolvedora do software oferece para que você possa relatar possíveis problemas ou esclarecer dúvidas.

Se sua clínica atende 24 horas por dia, por exemplo, necessita de um programa que tenha suporte pelo mesmo período. Assim, uma empresa desenvolvedora que oferece suporte apenas em horário comercial pode não ser a melhor opção para você.

4. Treinamento

Mais uma questão a ser ponderada é o treinamento fornecido aos colaboradores da clínica. Os recepcionistas ou secretários que fazem o agendamento das consultas e os procedimentos, bem como os enfermeiros ou técnicos de enfermagem que efetuam o registro dos medicamentos administrados no prontuário dos pacientes, precisam saber como lidar com as ferramentas de gestão.

A empresa desenvolvedora precisa oferecer um treinamento adequado a todos os profissionais que manipularão o programa, pois só assim será possível obter êxito em sua implantação.

5. Teste grátis

Nem sempre um software que parece bom em um primeiro momento se mostra eficiente no decorrer do uso diário. É por isso que você pode solicitar um teste gratuito, com duração de cerca de 15 dias, aos desenvolvedores da ferramenta. Após esse período de uso free, você poderá optar por adquiri-la ou não, de acordo com os resultados obtidos durante esse tempo.

Observando esses pontos importantes, certamente, ficará mais fácil para você escolher as ferramentas de gestão para consultórios mais adequadas.

Além disso, você pode assinar nossa newsletter e sempre ter informações relevantes como estas diretamente no seu e-mail!