Nos dias de hoje é possível observar uma mudança na relação entre médicos e pacientes. As pessoas estão à procura de um atendimento mais humanizado e isso influencia diretamente na gestão de processos da clínica. Dentro desse contexto, os médicos gestores de clínicas se veem obrigados a serem mais estrategistas e investir em ações que envolvam os princípios da administração e dos recursos humanos.

4 dicas de como fazer a gestão de processos da clínica

Por que o RH é tão importante para a gestão de processos da clínica? Esse é o nosso tema de hoje, que será respondido em quatro tópicos. Confira!

É necessário contratar a pessoa certa

Nas clínicas hospitalares é fundamental que a pessoa certa seja contratada. Ou seja, os profissionais de recursos humanos são necessários para encontrar os melhores funcionários para a clínica. É importante ressaltar que no atendimento humanizado não são só os médicos que precisam ter boas atitudes com o paciente.

Desde a secretária, passando pelos enfermeiros, médicos e até mesmo, outros profissionais da clínica, como o pessoal da limpeza, por exemplo, precisam ter o perfil adequado para receber bem os pacientes. Além disso, fazer com que eles se sintam melhor durante o período em que estiverem internados, ou realizando algum procedimento na clínica é essencial.

Os colaboradores necessitam de motivação e treinamento

Não basta apenas fazer uma seleção para encontrar os colaboradores ideais para a clínica. Para que o atendimento e os processos da organização saiam como o esperado é necessário que os treinamentos motivacionais para os funcionários sejam constantes.

Nesse sentido o setor de RH também contribui, uma vez que é formado por jornalistas, relações públicas e psicólogos que podem desenvolver programas de comunicação interna e ações de endomarketing. Tudo isso, para que os colaboradores se sintam motivados e não deixem a qualidade do atendimento cair.

As demissões podem ser necessárias

Às vezes aquele colaborador que não “anda na linha” e que já foi advertido diversas vezes sobre seu comportamento ou ações inadequadas precisa ser demitido, por mais chata e tensa que essa situação seja. Os profissionais de RH também são preparados para lidar com situações como essa e podem fazer o processo de demissão da forma correta e sem gerar maiores problemas para a clínica.

O RH pode integrar as áreas da clínica

Em uma clínica hospitalar bem-sucedida é necessário que os gestores tratem todos os colaboradores da mesma forma, sem fazer distinção pelo cargo que ocupam no diagrama organizacional da empresa.

Percebendo que os gestores tomam essas atitudes, os demais profissionais também passarão a valorizar o trabalho dos colegas. Afinal, será instituída a ideia de que todos têm importância em sua área de atuação.

Como você pôde ver, o setor de RH é de extrema importância para uma clínica hospitalar, principalmente, no que diz respeito à gestão de processos. O investimento na área vale a pena e as atividades podem ser ainda mais aperfeiçoadas se forem aliadas às ferramentas tecnológicas, como os softwares de gestão, por exemplo.

Agora que você já entendeu a importância do RH na gestão de processos, que tal curtir nossa página no Facebook e ficar por dentro de tudo o que você precisa saber para o bom funcionamento da sua clínica? Encontramo-nos lá.


Share: