Gestão fiscal é o processo de gerenciamento de questões tributárias de uma empresa. Quando feito de maneira eficiente oferece benefícios como a adequação diante do Fisco e o aumento da qualidade de informações recolhidas. E, por consequência, facilita o planejamento estratégico da companhia.

Confira abaixo algumas dicas para otimizar o rendimento da sua clínica ou consultório.

1 – Automatizar os processos operacionais

Vivemos em tempos tecnológicos onde os recursos digitais tornam-se essenciais para aperfeiçoar os processos médicos. Os métodos facilitam o atendimento ao paciente e podem simplificar desde o agendamento até o controle financeiro.

Um bom exemplo são os Sistemas de Enterprise Resource Planning (ERP) que permitem uma gestão tributária integrada. Esse modelo permite maior precisão no controle de informações e monitoramento tornando o trabalho mais eficiente.

2 – Fazer o planejamento tributário adequado

Clínicas, hospitais e laboratórios pertencem ao setor de serviços. Isso significa que os tributos recolhidos pelo Imposto de Renda e pela Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) são calculados a partir da renda bruta. Assim, cabe ao responsável pela contabilidade de cada estabelecimento escolher entre 3 regimes de tributação: Lucro Real, Lucro Presumido e Simples Nacional.

O impacto de cada um depende do modelo de negócio escolhido.

•Lucro Real: Ideal para empresas com margem de lucro pequena. Quanto menor for a margem de lucro bruta e líquida do negócio, mais chances de economia com o Lucro Real; 

•Lucro Presumido: Ideal para empresas com uma margem de lucro maior. Quanto maior for a margem de lucro bruta e liquida, mais vantajoso será a escolha pelo Lucro Presumido; 

•Simples Nacional: Ideal para empresas pequenas com faturamento de até R$3.700.000 por ano. Quanto maior o faturamento da empresa, maior será o percentual pago.

3 – Realizar auditoria

As auditorias e consultorias periódicas são essenciais para que clínicas e consultórios. Os serviços são responsáveis por identificar eventuais falhas nos procedimentos internos e propor soluções mais viáveis para o modelo de negócios vigente.

Uma maneira de escolher o modelo mais vantajoso para o seu empreendimento é comparar a tributação da sua empresa com Lucro Real, Lucro Presumido e Simples Nacional. A avalição deve ser feita a partir dos gastos com Imposto de Renda, Contribuição Social, PIS/COFINS, ICMS, IPI, ISS.

A eficiência da gestão tributária de empresas médicas pode ser aprimorada através de medidas organizacionais e recursos tecnológicos. As mudanças, mesmo que pequenas, farão a diferença no dia a dia de clínicas e consultórios melhorando a relação com seus pacientes.


Share: