A necessidade quanto à segurança da informação na área da saúde foi estabelecida por meio de normas nacionais e internacionais. A guarda e proteção de dados é responsabilidade dos diretores de clínicas e hospitais nos respectivos estabelecimentos de saúde.

Com a resolução do Conselho Federal de Medicina n° 1997/2012 que dispõe sobre o sigilo de prontuários médicos, o vazamento de informações pode gerar problemas jurídicos e comprometer a imagem de uma clínica.

Para comentar sobre esses aspectos, vamos abordar neste artigo os conceitos sobre a segurança de dados, motivos para investir em tecnologia e a importância de manter as informações em sigilo. Continue lendo para saber mais!

O que é segurança da informação

No Brasil, a segurança das informações tem seus preceitos básicos especificados na ISO/ABNT 27001, fundamentada em um conjunto de normas da International Organization for Standardization (ISO).

De acordo com essa norma, a segurança das informações diz respeito à proteção contra qualquer tipo de ameaça aos dados de uma instituição, independentemente da natureza, setor ou tamanho.

Para as clínicas, além de proteger as informações dos pacientes, um sistema de segurança de dados tem como principais objetivos: a redução de prejuízos, garantia da continuidade dos serviços e ampliação dos retornos sobre investimentos.

Por quais motivos investir em segurança dos dados

O investimento em tecnologia para a segurança de dados em clínicas proporciona vários benefícios, além de garantir o respeito às normas vigentes. Veja a seguir os principais:

  • protege a imagem da clínica — dados clínicos e pessoais ficam protegidos de vazamentos. Dessa forma, a segurança das informações evita que a empresa tenha a sua reputação prejudicada;
  • evita processos jurídicos — é responsabilidade das clínicas a preservação dos dados dos pacientes. Algumas informações devem ser mantidas acessíveis e seguras por um período de 2 até 5 anos, em alguns casos, por um tempo maior;
  • proporciona um diferencial competitivo — a segurança dos dados é um dos importantes fatores para atrair e fidelizar pacientes, já que a tecnologia pode destacar a clínica em relação aos concorrentes que não adotam um sistema de segurança;
  • protege os dados contra a invasão de hackers — o armazenamento correto dos dados impede ações de programas maliciosos.

Além desses benefícios, um sistema de segurança previne e auxilia na recuperação de dados — em casos de incidentes, ele reduz eventuais impactos negativos por meio de um plano de recuperação previamente estruturado.

Qual a importância de proteger as informações em clínicas

Um sistema de segurança é fundamental para as clínicas, já que impede a perda, roubo e desgaste temporal de documentos físicos. Poder contar com um ambiente digital seguro também proporciona mais conforto para os pacientes e médicos, pois uma plataforma com acessos por autenticação e facilitação da comunicação aumenta a produtividade diária.

O ambiente virtual permite, ainda, restringir dados e selecionar um perfil de funcionário para o acesso a determinadas informações. Dessa forma, o controle de processos e autorizações ganha mais eficiência.

Conforme comentamos ao longo deste artigo, a segurança da informação, além de ser obrigatória na área, é de extrema importância para as clínicas e visa principalmente à proteção dos dados dos pacientes. Nesse sentido, buscar um fornecedor com reconhecimento no mercado é um dos passos mais importantes para obter sucesso no investimento em tecnologia.

Gostou de adquirir mais conhecimentos sobre a segurança de dados? Então, assine a nossa newsletter e receba mais conteúdos sobre este e outros assuntos que auxiliam na gestão de clínicas!

Share: