Qual é a decoração ideal para um consultório?
  • 29 Outubro 2018

"A decoração ideal para consultório deve levar em consideração seus gostos pessoais e a imagem que você deseja passar aos seus pacientes"


Você já parou para pensar na impressão que o seu consultório passa aos seus pacientes? Será que eles se sentem confortáveis, acolhidos e à vontade durante as consultas? A sala é bem iluminada, arejada, tem um visual agradável? Tudo isso está relacionado à decoração ideal para um consultório, que deve ser feita para garantir o bem-estar e conquistar pacientes.

Muito mais do que apenas um local de trabalho, o consultório é como o cartão de visitas do profissional: um ambiente organizado, limpo e funcional pode fazer toda a diferença no atendimento ao paciente e na maneira como ele encara o serviço prestado.

É por isso que, quando pensar em desenvolver a decoração de sua clínica ou consultório, você precisa levar em consideração uma série de itens que são relevantes tanto para o público e quanto para os funcionários.  

Quer descobrir como criar uma ambientação ideal para que colaboradores e pacientes se sintam confortáveis e acolhidos? Veja abaixo algumas dicas de como tornar isso possível.

A necessidade de pensar em um projeto

Pode parecer uma tarefa difícil decorar um consultório para que ele seja, ao mesmo tempo, funcional e bonito, higiênico e esteticamente agradável.

Mas, com um bom projeto, e levando em consideração alguns aspectos importantes (tamanho do local, direção e tamanho das janelas, áreas de ventilação), é possível obter um resultado que agrade e passe uma boa impressão em todos que ali circulam. 

O ideal é que os proprietários, antes da implantação dos serviços, pensem em um projeto para a decoração de um consultório adequado a tudo que diz respeito às necessidades do negócio, não só na questão funcional relacionada aos atendimentos. 

Pense, por exemplo, que colaboradores passarão boa parte de seus dias ali, assim como acompanhantes necessitarão aguardar o atendimento dos pacientes. É por isso que esses públicos também devem ser levados em consideração no momento de planejar a decoração ideal para seu consultório.

Dentro desse contexto, ambientes aconchegantes são vistos atualmente como uma tendência para decoração. A ideia é prestar atenção à disposição dos móveis, de forma a otimizar o espaço. Ao mesmo tempo, eles devem bonitos e elegantes para que os pacientes se sintam bem no local.

Nesse aspecto de bem-estar, itens decorativos podem contribuir para a boa aparência do ambiente. Colocar flores naturais ou artificiais em mesas de centro, bem como quadros e papéis de parede que harmonizem entre si é um diferencial. Dessa forma, o consultório passa uma boa imagem para os diferentes públicos citados. Recomenda-se também uma cortina discreta que combine com todos esses itens.

Outra ideia interessante é deixar à vista seus diplomas de graduação, pós-graduação e cursos complementares que possa ter realizado. Isso reafirma para o paciente que você é um profissional qualificado e tem competência para atendê-lo com qualidade.

Fotos de família também são indicadas para a sala do médico. Este pode deixar um porta-retratos simples em sua mesa de atendimento, por exemplo. A ideia é mostrar que, apesar de estar em um ambiente profissional, você também preza pelos seus familiares – algo muito valorizado pelas pessoas de modo geral.

Esse tipo de atitude também ajuda a fortalecer a relação médico-paciente pois traz um ar de conforto e aproximação ao conhecer a família daquele que está te atendendo.  

A existência de muito mais cores além do branco

O estudo que mostra como o nosso cérebro reage sensorialmente quando visualizamos uma determinada cor é chamado de psicologia das cores. De modo geral, ela é muito utilizada em estratégias de marketing, mas também na arquitetura e no ramo da decoração. O objetivo é criar ambientes agradáveis, que passem uma boa sensação para aqueles presentes no local.

O branco, em vários tons (gelo, neve etc.), costuma ser considerado uma escolha certeira para consultórios, hospitais e clínicas de saúde por se tratar de uma cor neutra que transmite a impressão de limpeza e higiene.

Porém, atualmente, um aspecto que tem sido cada vez mais observado é a influência das cores no estado de espírito das pessoas. Diversos estudos mostram que ambientes decorados com cores claras podem transmitir conforto e até mesmo contribuir com a recuperação dos pacientes.

Cores frias (azul, verde, violeta) nas paredes podem ser equilibradas com acessórios de cores quentes (vermelho, laranja e amarelo), em objetos como quadros, vasos e almofadas.

Azul e verde

Azul e verde são muito usados em consultórios, e o motivo disso é a calma transmitida por esses tons aos pacientes e acompanhantes. Além disso, notas de azuis e verdes transmitem a sensação de sofisticação, perfeito para compor a ideia de higiene e um alto padrão de cuidados dispensados às pessoas que ali são tratadas.

Outras cores

Cores escuras, como cinza, marrom e preto, dão um tom sóbrio e elegante e podem ser utilizadas com moderação para não tornar o ambiente escuro.

Na verdade, esses tons mais fortes servirão para quebrar a sobriedade excessiva que a decoração de consultório médico transmite. O ideal é que as tonalidades mais quentes apareçam em pequenos detalhes, como quadros, esculturas, plantas e demais elementos decorativos.

Tudo isso faz com que o paciente e os acompanhantes se sintam ainda mais à vontade em um local que, apesar de demonstrar aspectos claramente profissionais, tenham elementos que lhe pareçam familiares.

Os critérios de escolha do mobiliário

A escolha dos móveis deve ser feita de forma criteriosa, já que se trata de um alto investimento. Móveis de qualidade, em tons neutros, com revestimentos impermeáveis ou de fácil limpeza, são os mais indicados. 

Fique atento a detalhes como formato, cores, estampas e, principalmente, ao conforto oferecido. Mesmo que os pacientes e acompanhantes não passem muito tempo sentados, as poltronas, cadeiras e sofás devem ser confortáveis e deixá-los à vontade.

A madeira é um elemento natural que proporciona calor e pode ser usada em painéis de parede, balcões, persianas e móveis, em equilíbrio com outros materiais. Se você costuma receber crianças em seu consultório, pode ser uma boa ideia investir em mobiliário infantil, que pode ser integrado à sala e refletirá sua preocupação em receber bem os pequenos.

Algumas questões que precisam ser lembradas

Não se esqueça que muitos pacientes, como cadeirantes e idosos, podem ter dificuldades de mobilidade, dependendo de cadeiras de rodas, andadores ou muletas. É necessário deixar um espaço aberto para o acesso livre aos consultórios e outras salas, garantindo a segurança dessas pessoas.

Além disso, os pacientes da clínica podem ser crianças ou essas podem ser filhos dos pacientes. Portanto, evite deixar objetos pontiagudos ao alcance delas a fim de evitar acidentes. 

Ainda falando em crianças, criar um espaço kids, com brinquedos, jogos e livros de colorir pode ser uma ideia interessante para entreter esse público. Essa atitude revela um cuidado que pode ser o diferencial do seu consultório. Pode parecer um pequeno detalhe, mas fará toda a diferença!

Aspectos funcionais

Mesmo que os pacientes e acompanhantes não passem muito tempo no consultório, deve-se pensar que, hoje em dia, em qualquer instante e independentemente do lugar, é possível executar tarefas em computadores, tablets e celulares.

Portanto, tente proporcionar o conforto de poder apoiar notebooks ou carregar as baterias e outros tipos de gadgets.

Para facilitar ainda mais o acesso a esses equipamentos, é recomendável disponibilizar internet wi-fi gratuita para que os pacientes possam acessá-la enquanto estiverem na sala de espera.

A importância da iluminação na decoração ideal para um consultório médico

Um bom planejamento no quesito iluminação é indispensável para um consultório, e mesmo que você não tenha interesse em um projeto profissional, a luz utilizada deve ser escolhida com cautela.

A iluminação indireta é a mais indicada, instalada de forma a favorecer o atendimento e não gerar fadiga. Invista em boas e bonitas luminárias, abajures e lustres com luz amarelada e cúpulas em papel ou linho, que passam uma impressão acolhedora sem perder a elegância.

Iluminação natural

Outra questão que deverá ser pensada, dentro das limitações do imóvel, é claro, são formas de captação de iluminação natural.

Além da economia de energia elétrica que isso proporciona, quando o paciente e os acompanhantes conseguem ter contato visual ou sensitivo com ambientes e passagens externos, ficam menos tensos de terem que aguardar atendimento ou de passarem por algum procedimento mais complicado. 

Nem sempre será possível que o consultório tenha grandes janelas para receber a luz do sol, porém, quando isso puder ser feito, é recomendado que elas estejam sempre abertas, principalmente nos dias mais quentes e iluminados. 

O tipo de piso também merece atenção especial

Além da escolha de um piso mais fácil de higienizar, em função das várias pessoas circulando pelo consultório todos os dias, deve-se pensar também nos aspectos decorativos e funcionais das cores e do material a ser utilizado.

Pisos de madeira podem trazer sofisticação e aconchego, mas saiba que eles não funcionam bem em todos os ambientes. Como a maior parte das madeiras possui a coloração amarronzada, seu uso pode fazer com que ambientes pequenos pareçam menores ainda, característica natural dos pisos escuros.

Portanto, se o local onde a clínica está instalada possui dimensões reduzidas, o ideal é aproveitar a sensação de amplitude provocada pelos pisos mais claros, como os porcelanatos, no intuito de valorizar ainda mais os outros aspectos decorativos do espaço.

Ao escolher o tipo de piso para o consultório, também é relevante escolher uma opção fácil de limpar, para que não seja necessário investir muito tempo do dia na limpeza do chão. Além disso, um piso de fácil limpeza pode ser higienizado de maneira rápida várias vezes ao longo do dia, evitando o acúmulo de sujeira, que certamente causará má impressão.

Inclusive, é imprescindível manter o local sempre limpo e organizado, sobretudo o chão, lixeiras e banheiros. 

Entretenimento aos pacientes e acompanhantes

Não é incomum que em consultórios médicos ocorram alguns atrasos em função de procedimentos mais demorados, atrasos de pacientes e outras problemáticas quotidianas do gênero. 

Por isso, é muito importante pensar em objetos de distração não só para as crianças, conforme mencionado anteriormente, mas também para o público geral. Esses objetos, tais como jogos de café, cestas de lanche, televisores ou porta-revistas, devem compor o ambiente para que as pessoas passem o tempo necessário sem ser vencidas pelo cansaço ou ficar entediadas. 

Revistas e jornais são interessantes para esse objetivo. Entretanto, eles precisam ser sempre atuais. Nada de deixar ali publicações muito antigas, com assuntos que se tornaram obsoletos. Procure também disponibilizar jornais e revistas de diversos gêneros e para diferentes públicos.

Uma solução tecnológica que funciona bem são caixas de som embutidas no teto ou nas paredes. Só tome cuidado com a trilha sonora: elas devem transmitir calma e ser tocadas em volumes apenas perceptíveis. Trilhas de MPB, clássicos de décadas passadas e até músicas eruditas, dependendo do seu público, podem trazer um ótimo resultado.

Adequação da decoração aos tipos de serviços prestados

No tópico anterior citamos a questão do público-alvo, e este é um ponto realmente importante a se considerar na decoração ideal para um consultório médico. De nada adianta tentar organizar o estabelecimento perfeito para suas consultas sem levar em consideração o perfil do paciente que ali será atendido no dia a dia. 

Por exemplo, como as clínicas de pediatria são voltadas para crianças, nada mais correto do que a presença de cores alegres e objetos decorativos com aspectos lúdicos, ao contrário de quem busca por uma clínica de dermatologia ou ginecologia.

Esse tipo de público preza, acima de tudo, por sofisticação, organização e higiene – o mesmo servindo para os casos de consultórios oftalmológicos e odontológicos.

Os cuidados e detalhes mencionados devem começar na recepção e se estender por todo o consultório ou clínica. Dessa forma, seu paciente se sentirá bem-vindo e bem atendido. Resultado? Valorização do seu serviço, ganho de preferência e, muito provavelmente, recomendação para amigos e familiares. 

Assim, a decoração ideal para um consultório deve levar em consideração não somente seus gostos pessoais, mas também a imagem que você deseja passar aos seus pacientes, mantendo o ambiente organizado, limpo e confortável. 

Gostou das nossas dicas? Então nos siga nas redes sociais e encontre mais informações relevantes para o seu consultório. Estamos no Facebook e no Google + .