Fique atento com a contabilidade para sua clínica médica!
  • 20 Agosto 2018

Quando um profissional da saúde resolve empreender e ser dono do seu próprio negócio, é preciso que ele comece a estudar e se preocupar com a contabilidade para clínica médica.

Todos os detalhes contábeis são muito importantes, não só para que a clínica gere o lucro esperado, mas também para que todos os serviços sejam realizados conforme prevê a legislação, sem que nada seja descumprido por esquecimento.

De tal modo, contar com um escritório de contabilidade de confiança é muito importante, pois assim esse trabalho poderá ser terceirizado com profissionais que entendem bem desse assunto. Outro ponto importante é contar com um bom software de gestão, que possibilite a emissão de relatórios do fluxo de caixa e notas fiscais eletrônicas, por exemplo.

Além disso, existem alguns pontos que o gestor de uma clínica médica precisa estar atento. A seguir, veja mais sobre cada um deles.

Abertura de sociedade

Ao abrir uma clínica médica, é necessário avaliar o tipo de sociedade em que ela pode se enquadrar como empresa. Se mais de um médico for proprietário do empreendimento, recomenda-se uma sociedade simples, que permite pagamentos de impostos reduzidos.

Já no caso de um dos sócios não ser médico, mas sim um empresário que está investindo na área da saúde, deve ser aberta uma sociedade por quotas de responsabilidade limitada.

Tributação

No que se refere à tributação é preciso estar atento para a emissão de guias, folhas de pagamento, declaração do imposto de renda dos proprietários, entre outros detalhes, para que nada seja feito de maneira errada ou negligente.

O modelo de contratação dos funcionários também se enquadra na parte de tributação. Geralmente, em clínicas e hospitais, profissionais com salários mais altos, como os médicos, são contratados como pessoas jurídicas. Já colaboradores de nível mais operacional, como secretárias e recepcionistas, são contratados no regime CLT.

Taxas e obrigações fiscais

As taxas e obrigações fiscais que fazem parte de uma clínica médica podem ser bastante significativas. É necessário cumprir com obrigações com a Receita Federal, o Conselho Regional de Medicina, a Junta Comercial, a Prefeitura do município em que o negócio está localizado, sindicatos patronais, entre outros.

Contar com uma assessoria contábil é muito importante nesse sentido, para que todas as taxas e obrigações fiscais possam ser cumpridas em sua totalidade. Além disso, com um bom planejamento tributário, é possível definir critérios que diminuam a extensa carga tributária que uma clínica médica tem.

Conceitos contábeis

Mesmo que contrate uma empresa de contabilidade, os médicos proprietários de clínica precisam ter o entendimento mínimo de conceitos contábeis, como o lucro real e o lucro presumido, bem como os sistemas burocráticos necessários para atuação.

Isso é necessário para que tudo possa ser supervisionado pelo médico empresário, que poderá acompanhar de perto a contabilidade para clínica médica de seu empreendimento, garantindo que tudo seja feito corretamente.

Mais dicas interessantes para a sua clínica podem ser encontradas em nossas redes sociais. Estamos no Facebook e no Google +. Não deixe de nos seguir e acompanhar as nossas publicações.


contabilidade-para-clinica-medica-alguns-pontos-que-voce-deve-ficar-atento.jpg